Caso Mercedes Benz em São Bernardo do Campo

A figura ao lado mostra para o caso da fábrica da Mercedes-Benz em São Bernardo do Campo, qual seria o aumento do consumo de energia e da emissão de poluentes se o serviço por fretamento fosse descontinuado e os usuários tivessem de ir ao trabalho de automóvel. Pode-se observar que o consumo anual d eenergia aumentaria de 1,5 mil TEL (toneladas equivalentes de petróleo) para 6,3 mil TEP, representando um aumento anual de 5,2 mil TEP. A emissão anual de poluentes do efeito estufa (CO2) aumentaria de 5,2 mil toneladas para 19,7 mil toneladas com acréscimo de 14,5 mil toneladas por ano.