Redução do uso do espaço viário

Como o uso do ônibus leva a um consumo menor do espaço viário, quando as pessoas trocam o automóvel pelo ônibus o nível de congestionamento diminui consideravelmente. A figura ao lado mostra o que acontece quando 40 pessoas trocam o automóvel por um ônibus. Observa-se que quando as 40 pessoas utilizam 40 automóveis elas consomem 1.320 m² de espaço viário, que é equivalente a uma faixa de tráfego com 440 metros de extensão. Quando metade delas passa a usar um ônibus, o espaço viário total cai para 714 m² (660 m² dos autos e 54 m² de um ônibus), correspondendo a uma faixa de tráfego de cerca de 240 metros de extensão.

Quando todas as pessoas passam a usar ônibus o espaço total se reduz a 54m², o que implica na ocupação de uma faixa de tráfego de cerca de 20 metros de extensão (o espaço que o ônibus precisa usar para circular). Ou seja, o uso do ônibus por 20 pessoas leva a uma economia de 200 metros de faixa de tráfego e o seu uso por 40 pessoas leva a uma economia de 420 metros de faixa de tráfego, tendo grande impacto nos níveis de congestionamento.

Uma das formas de compreender o papel do transporte por fretamento na redução do uso do espaço viário é estimar qual seria o impacto da eliminação do fretamento em vias nas quais ele é operado. Para fazer esta estimativa, utilizamos contagens de fluxos horários de ônibus de fretamento em três rodovias de aproximação de São Paulo - Imigrantes, Bandeirantes e Castelo Branco.